Blog 05/fev/2021

Como funciona o financiamento imobiliário pela Caixa?

O financiamento imobiliário pela Caixa Econômica Federal é uma das opções mais comuns entre os brasileiros que querem sair do aluguel e conquistar a casa própria.

A Caixa se tornou uma das primeiras opções por possuir excelentes taxas de juros e facilitar a participação dos brasileiros em programas de financiamento, como o antigo Minha Casa Minha Vida e o atual Programa Casa Verde e Amarela.

Na medida em que os programas vão ficando mais conhecidos e otimizados, a instituição financeira também realiza alguns ajustes na prestação de serviços, e por isso é comum que muitos interessados acabem tendo dúvidas sobre como funciona o financiamento imobiliário pela Caixa. 

Quer saber mais sobre o tema e sair do aluguel? Continue a leitura.

Quais são as informações mais importantes sobre o financiamento imobiliário pela Caixa?

O financiamento imobiliário pela Caixa possui algumas particularidades que precisam ser consideradas antes da tomada de decisão. 

Para que você faça uma boa escolha, é fundamental entender como é e como funciona o financiamento imobiliário pela Caixa.

Quanto pode ser financiado?

Antigamente, era possível financiar no máximo 60% do imóvel. Felizmente, enquantona medida em que as demandas foram aumentando, a instituição otimizou seus processos e hoje os clientes poderão financiar em até 80% do valor do imóvel.

Para imóveis que estão na planta ou em processo de construção, muitas vezes o valor de financiamento pode abranger em até 90% do valor do imóvel.

Qual o limite do valor de financiamento?

Atualmente, o financiamento imobiliário pela Caixa pode abranger imóveis de até R$ 3 milhões. No entanto, é fundamental que o interessado se atente aos critérios estabelecidos pela instituição financeira.

Quais são os benefícios do financiamento imobiliário pela Caixa?

Quais são os benefícios do financiamento imobiliário pela Caixa?

Não é atoa que o financiamento imobiliário pela Caixa Econômica Federal é uma das opções preferidas dos brasileiros e que mais se encaixam em sua realidade.

São vários os benefícios da instituição financeira:

  • ficar livre do aluguel;
  • construir um patrimônio;
  • estabilidade financeira;
  • possibilidade de revenda / gerar renda futuramente;
  • usar o fgts no pagamento;
  • ter segurança;
  • adquirir o imóvel com taxas de juros mais baixas;
  • conseguir condições especiais junto às construtoras.

Além da possibilidade de ter juros mais baixos e todas as outras vantagens do financiamento imobiliário pela Caixa, algumas construtoras, como a Vila Brasil Engenharia, possuem condições especiais para os seus clientes.

A Vila Brasil permite o parcelamento do valor de entrada dos imóveis que estão na planta em até 60x sem juros, com prazo de pagamento até a data prevista da entrega das chaves.

Além disso, a construtora também arca com a documentação e impostos referentes à compra do imóvel, como taxas de registro e ITBI.

Isso significa que, através da Vila Brasil, com um financiamento da Caixa, é possível ter taxas de juros mais baixas e isenção dos valores de documentação e impostos.

Por que é a opção mais indicada para quem quer sair do aluguel?

Não é surpresa que a maior parte das pessoas que optam por financiar imóveis acabam escolhendo a Caixa Econômica Federal como melhor alternativa para sair do aluguel.

Isso acontece porque, quando pensamos em valores de juros e condições de pagamento, muitas vezes a Caixa oferece opções mais atrativas.

Cada banco e instituição financeira possui suas particularidades nesse processo, e por isso é preciso que você avalie todas as variáveis. São algumas delas:

  • idade máxima de financiamento;
  • porcentagem do valor do imóvel a financiar;
  • valor da taxa de entrada;
  • porcentagem de juros;
  • valor das prestações;
  • tempo máximo de financiamento;
  • tipo de financiamento imobiliário.

Como fazer um financiamento imobiliário pela Caixa?

Como fazer um financiamento imobiliário pela Caixa?

Se você quer sair do aluguel e conquistar a casa própria, é necessário entender como funciona o financiamento imobiliário pela Caixa.

Separamos o passo a passo para você se organizar e conseguir realizar o sonho de conquistar seu próprio imóvel.

1. Escolha o imóvel

O primeiro passo para dar início ao processo de financiamento imobiliário é escolher o seu imóvel. Neste momento, não é necessário ter 100% definido qual será o imóvel, mas ter uma média de preços poderá ajudar a guiar as pesquisas e simulações para encontrar a melhor instituição financeira.

Para escolher o imóvel, considere:

  • localização;
  • tamanho do imóvel;
  • as necessidades da sua família;
  • o valor máximo a financiar;
  • proximidade com comércio e lojas de conveniência;
  • facilidade de transporte;
  • segurança; etc.

2. Faça uma simulação

Agora que você já encontrou alguns imóveis dentro da faixa de preço de seu interesse e que atendem às suas necessidades, é hora de fazer as simulações para descobrir como será a estimativa de prestações, valor de entrada e juros.

Por exemplo, no site da Caixa, é possível visualizar essas informações para que você tenha uma projeção mais clara de valores e o que esperar do financiamento.

Você pode fazer a simulação em mais de uma instituição financeira para encontrar aquela que melhor se encaixa na sua realidade.

É importante realizar a simulação para entender e adaptar os valores dos imóveis à sua realidade financeira: lembrando que o valor das prestações não pode ultrapassar 30% da renda mensal da família.

3. Separe a documentação necessária

As simulações estão dentro do esperado e você já encontrou o imóvel dos sonhos? O próximo passo é buscar os documentos que precisarão ser apresentados ao banco para conseguir o crédito imobiliário. 

Você pode ir até a Caixa Econômica Federal para realizar o seu cadastro e começar o processo:

  • documento de identidade;
  • CPF;
  • extrato do Fundo de Garantia;
  • declaração de Imposto de Renda;
  • certidão de nascimento ou de casamento;
  • comprovante de endereço;
  • comprovante de rendimentos;
  • carteira de trabalho.

Em caso de composição de renda, é necessário que todos os envolvidos apresentem os mesmos documentos citados anteriormente.

É interessante lembrar que, caso você possua saldo do FGTS, pode ser utilizado para contribuir com o valor de entrada. Para usar o FGTS, é necessário ter tido uma contribuição de pelo menos 36 meses.

4. Passe pela pré-aprovação

Nesse momento, a Caixa Econômica irá avaliar a documentação para aprovar ou não o seu crédito imobiliário.

Com a aprovação, receberá os detalhes da compra, prazos de pagamento, valor de entrada e as taxas de juros.

5. É hora da avaliação

Com o crédito aprovado pela Caixa, é hora de avaliar o imóvel. Uma equipe da Caixa Econômica Federal irá avaliar as particularidades do imóvel e da documentação para garantir que está de acordo com as regras do financiamento. 

Após a aprovação do imóvel, é a hora de assinar o contrato.

O financiamento imobiliário pela Caixa ganhou a preferência dos brasileiros pela praticidade e melhores condições de juros e pagamento.

Para quem quer sair do aluguel e conquistar a casa própria, é uma excelente opção. 

Busque pelos imóveis de seu interesse, faça uma simulação e veja quais são as expectativas de pagamento.

Lembre-se: a Vila Brasil possui condições incríveis para seus clientes: através da construtora, é possível financiar um imóvel sem se preocupar com as taxas de registro e impostos. 

Quer saber mais? Entre em contato conosco.

Leia Também

Assine nossa newsletter e
fique por dentro das novidades

Por favor! Informe o seu nome.
Por favor! Informe o seu e-mail.
Por favor! Informe o seu celular.
BAIXE
AGORA
o APP
Vila Brasil
Icone Apple Icone Play